candidíase medicamentos

Como saber qual o melhor antifúngico tomar dentre a grande quantidade de opções? Muitos antifúngicos naturais ajudam no plano de tratamento da candidíase como é o caso de alguns remédios à base de plantas, como o extrato de sementes de óleo de orégano, alho e toranja.

Esses são considerados potentes antifúngicos naturais que você pode considerar inserir na sua dieta para tratar candidíase. Tomar um ou dois antifúngicos juntamente com os probióticos e uma alimentação nutritiva com baixo teor de açúcar é o segredo pra acabar com a candidíase.

Você pode começar a tomar antifúngicos depois de uma a duas semanas depois que começou o tratamento (confira em detalhes no e-book Operação Candidíase). O ideal é tomar os antifúngicos ao mesmo tempo em que toma os probióticos, apenas dando um breve intervalo entre eles. Confira mais sobre aqui!

Tente tomar dois ou três antifúngicos ao mesmo tempo para tirar o máximo de proveito do seu tratamento. Isso ajudará a evitar que a Cândida Albicans crie resistência. Usar um conjunto de antifúngicos sempre funciona melhor do que um isolado!

Lembre-se de começar inserindo os antifúngicos em dosagens menores, pois caso contrário, pode destruir muitas células de Cândida rapidamente e por mais que isso pareça ser exatamente o que você quer, isso pode levar a um excesso de liberação de toxinas no seu corpo, causando inúmeros sintomas indesejáveis.

Isso é chamado de  reação de Herxheimer ou “die-off”, que nada mais é do que uma reação do corpo à desintoxicação. Saiba mais sobre isso aqui!

Essas reações podem tornar seu tratamento muito mais difícil. No programa Operação Candidíase, eu divido os estágios do tratamento por missões/fases para diminuir as chances de isso acontecer.

Como os antifúngicos podem ajudar?

Os antifúngicos são quase tão importantes quanto os probióticos na luta contra a Cândida, e de fato eles se complementam no tratamento.

Os antifúngicos enfraquecem os biofilmes da Cândida e destroem suas colônias, já os probióticos reabastecem seu intestino com boas bactérias e impedem que a Cândida cresça novamente.

Apenas tomar probióticos certamente diminuirá o crescimento excessivo de Cândida Albicans e talvez reduza ao longo do tempo, mas para resultados mais rápidos, você deve considerar tomar um bom antifúngico.

Existem muitos tipos diferentes de antifúngicos, mas a maioria deles atuam da mesma maneira: destruindo a parede celular da célula do fungo, fazendo com que ele morra. Os antifúngicos prescritos podem trazer algumas reações e efeitos secundários desagradáveis. Pra evitar isso você pode optar pelos antifúngicos naturais.

Quando tomar antifúngicos?

Você deve começar a tomar seus antifúngicos algumas semanas depois de começar a dieta Operação Candidíase. Comece lentamente com baixas doses de antifúngicos. Tomar uma dose maior de uma única vez pode trazer sintomas indesejáveis no corpo. Pelo mesmo motivo, tente deixar pelo menos alguns dias de intervalo entre os antifúngicos e os probióticos.

Outra dica é tomar vários antifúngicos ao mesmo tempo. A Cândida Albicans é um patógeno extraordinariamente resistente que pode se adaptar e mudar sua fisiologia para combater muitas ameaças diferentes e certamente  pode sobreviver a um único antifúngico, mas usando múltiplos antifúngicos, você irá garantir que eles não percam sua eficácia.

Como escolher um antifúngico?

Existem uma grande quantidade de antifúngicos por aí e você pode ficar perdido se não souber que caminho seguir. Para te ajudar nisso separei os 4 melhores antifúngicos naturais que você deve começar a incorporar na sua dieta se quiser acabar com  a candidíase. Confira!

Ácido Caprílico

candidíase medicamentos naturais

Este suplemento é um poderoso antifúngico que você encontra na forma de cápsula. É um dos antifúngicos mais utilizados no tratamento da Cândida. Se preferir, você pode consumir óleo de coco, que contém grandes quantidades de ácido caprílico. Tome até 5 colheres de sopa por dia, mas comece com uma dose mais baixa para evitar a reação Die-Off.

Um estudo de 2007 mostrou a eficácia do óleo de coco e ácido caprílico na luta contra Cândida. A conclusão do relatório foi que “o óleo de coco deve ser usado no tratamento de infecções fúngicas”. Confira o relatório aqui!

Óleo de orégano

Candidíase medicamentos alternativos

O óleo de orégano pode ser usado para tratar infecções fúngicas tópicas, ou pode ser tomado por via oral em forma de cápsula ou líquida. Se você comprar na forma líquida, você deve tomar 1 a 3 gotas por dia. Estas gotas devem ser diluídas em água, pois o óleo de orégano é particularmente forte.

As propriedades antifúngicas do óleo de orégano foram confirmadas em um estudo de 2001 que mostra sua eficácia contra infecções fúngicas como a Cândida. Outro estudo demonstrou que pode ajudar a combater parasitas e vermes.

Alho

candidíase tratamentos e cura

O alho contém um composto químico chamado ajoene que possui propriedades antifúngicas poderosas. Um estudo de 2009 mostrou a eficácia do ajoene contra 98,2% de fungos, incluindo a Cândida, veja mais do estudo aqui.

O alho pode ser adicionado a muitos alimentos diferentes, sendo usado para temperar carnes e saladas, bem como refogar absolutamente tudo que for cozinhar. Mas, se quiser plena eficácia  você deve consumir cru.

Para isso você pode adicionar alho em um copo com água. Para melhorar o sabor e aumentar as propriedades antifúngicas adicione um pouco de óleo de coco.

Se preferir, saiba que existem alguns ótimos suplementos de alho que você pode tomar diariamente.

Extrato de semente de toranja

candidíase e suas curas

O extrato de semente de toranja, como o nome já diz, vem da polpa e sementes da toranja. Um estudo de 2004 mostrou que esse extrato inibiu o crescimento da Cândida Albicans, e este é um dos antifúngicos mais populares utilizados nos casos de crescimento excessivo de Cândida, então você definitivamente não pode deixar de fora do seu plano de tratamento.

Comece a tomar pequenas doses e lembre-se de diluir na água. Se você sentir muitos efeitos do Die-Off procure reduzir a dose novamente. Apesar de eficaz, utilize outros antifúngicos durante o tratamento para evitar que a Cândida crie resistência.

Antifúngicos de prescrição

O seu médico também pode prescrever um medicamento antifúngico como o Diflucan e Nystatin. Ambos são antifúngicos muito eficazes, mas eles tendem a ter mais efeitos colaterais do que os remédios naturais listados acima. De qualquer forma, lembre-se de sempre consultar seu médico antes de começar a tomar antifúngicos prescritos ou naturais.

Para mais informações sobre como escolher o antifúngico certo, veja o meu programa de tratamento no e-book Operação Candidíase!

Leave a Reply

Your email address will not be published.