mulher preocupada
Meu nome é Ana Cristina, eu sofri por 4 anos com a candidíase, e consegui superar o meu problema depois de descobri um método que pouquíssimas pessoas sabiam.

Tudo começou com uma coceira leve, um corrimento branco e uma ardência, que apesar do desconforto não me parecia ser algo tão grave. Fui ao ginecologista e o diagnóstico deu que eu estava com candidíase.

Uma das maiores dificuldades é obter o diagnóstico de candidíase, pois pode ser gerada pelas mais diferentes causas que podem variar de mulher para mulher, mas as principais causas de candidíase costumam ser uma dieta com alto teor de açúcar e alimentos processados, antibióticos, estresse crônico, pílula anticoncepcional, amálgama dentário, exposição química e diabetes.

Para te ajudar a entender melhor isso, separei uma lista com as 7 principais causas da candidíase. Isso irá te ajudar a olhar para si mesma, para seus hábitos de vida, alimentares e descobrir se pode estar enfrentando esse problema. Confira!

1 Dieta com alto teor de açúcar

doces de chocolate

Uma dieta moderna costuma incluir muitos alimentos industrializados e processados, essa dieta fornece grandes quantidades de açúcar ao organismo, que servem de alimento para a Cândida albicans sobreviver e crescer.

Quando se fala em dieta rica em açúcar, as pessoas pensam logo em doces. Claro que o doce tem muito açúcar e contribui para isso, mas não só os doces podem ser os vilões.

Alimentos ricos em carboidratos também são convertidos em açúcar no organismo, assim como muitos alimentos comprados prontos que vêm com bastante açúcar na sua composição. Basta dar uma olhada rápida nos rótulos das embalagens para se certificar disso.

A Cândida albicans precisa de energia para sobreviver e isso significa açúcares como glicose, frutose e sacarose. Eles usam essa energia para construir suas paredes celulares que são constituídas por 80% de carboidratos!

A Cândida também usa o açúcar para mudar de sua forma patogênica para a fúngica e para construir os biofilmes (hifas) que impedem sua destruição pelo seu sistema imunológico.

A dieta rica em açúcar, portanto, enfraquece seu sistema imunológico, tornando-o vulnerável e permitindo que a Cândida se prolifere.

Se você começar a sentir alguns dos principais sintomas de Cândida como névoa cerebral, infecções fúngicas e problemas digestivos, reduzir o açúcar em sua dieta deve ser uma das principais prioridades.

2 Antibióticos

comprimidos

O antibiótico talvez seja o principal responsável pelo surgimento da candidíase. Os antibióticos, podem, muitas vezes, salvar vidas, mas podem também trazer efeitos colaterais indesejados.

A ingestão frequente de antibióticos provavelmente matará as bactérias no seu organismo, tanto as nocivas quanto as benéficas e amigáveis que vivem em seu intestino.

Ao matar as bactérias boas, seu sistema imunológico fica comprometido e seu corpo fica indefeso para lutar contas os fungos e bactérias prejudicais como a Cândida que passa a crescer rapidamente.

Claro que há momentos em que você realmente precisa daquela receita de antibióticos, mas a verdade é que os médicos prescrevem antibióticos para qualquer coisa, sem haver realmente a necessidade disso, como é o caso de resfriados ou dores de gargante que poderiam ser muito bem tratadas de forma natural com chás, alimentação equilibrada e descanso.

Certifique-se de que não haja nenhum tratamento alternativo para tratar sua condição antes de recorrer aos antibióticos. E, caso não haja outra solução, recorra aos antibióticos, mas lembre-se de tomar um suplemento probiótico em conjunto durante e após o tratamento para reabastecer sua população de bactérias saudáveis da sua flora.

Outra dica é comprar alimentos orgânicos para ajudar a reduzir sua exposição aos antibióticos. Isso porque a maior parte dos antibióticos estão na indústria pecuária, pois os rebanhos de gado são alimentados com antibióticos para reduir taxas de mortalidade e aumentar lucros.

E isso tudo vai para os nossos pratos em alimentos como carne e leite. Portanto, manter uma alimentação com base em alimentos orgânicos pode fazer toda a diferença na quantidade de antibióticos que você ingere, além de contribuir para o bem estar dos animais que são geralmente submetidos a condições e situações precárias na indústria pecuária.

3 Estresse Crônico

mulher estressada

O estresse pode afetar seu corpo de duas maneiras! Uma das primeiras reações de seu corpo ao enfrentar uma situação estressante é liberar cortisol, um hormônio que enfraquece seu sistema imunológico e eleva seu nível de açúcar no sangue.

A Cândida se aproveita desse açúcar extra para se alimentar e ganhar forças, enquanto seu sistema de defesa está enfraquecido. Além disso, alguns estudos revelaram que o estresse psicológico pode mudar rapidamente os padrões de colonização de micro-organismos no intestino.

O estresse emocional, portanto, permite que certos microorganismos se colonizem de forma mais eficiente. Por esse motivo, alguns médicos recomendam tomar probióticos para combater os efeitos do estresse crônico.

4 Anticoncepcional

blister de comprimidos

Pílulas anticoncepcionais também podem ser as causadoras da candidíase. Os intestinos são órgãos delicados, contendo microorganismos e leveduras que ajudam a processar e digerir os alimentos.

Esses micro-organismos precisam viver em um ambiente equilibrado. Mas, ao ingerir pílula anticoncepcional com frequência, à longo prazo isso pode causar desequilíbrios hormonais. Ao perturbar esse equilíbrio, a pílula anticoncepcional abre a porta para que Cândida cresça no seu intestino.

Para se ter ideia, o estrogênio – principal ingrediente da pílula anticoncepcional – é conhecido por promover o crescimento do fungo. Outro dispositivo contraceptivo que pode contribuir para uma infestação de Cândida é o DIU. O cobre pode aumentar o crescimento da Cândida da mesma forma que o estrogênio.

Portanto, esteja ciente dessas questões ao escolher seu método contraceptivo. O melhor talvez seja combinar camisinha com tabelinha.

5 Amálgama dentário

dentista e o paciente

O amálgama dentário estilo antigo contêm pelo menos 50% de mercúrio, e isso pode ser extremamente tóxico e prejudicial ao corpo.

Recentemente, em setembro de 2017, a Anvisa proibiu a fabricação, a importação e a comercialização, bem como o uso em serviços de saúde, do mercúrio e do pó para liga de amálgama não encapsulada, ambos utilizados na Odontologia. Confira mais detalhes disso aqui!

Partículas de mercúrio e vapor são liberadas continuamente no corpo enquanto você mastiga, morde e escova os dentes. A toxicidade de mercúrio pode piorar alguns dos sintomas associados ao complexo relacionado com a Cândida.

Como o mercúrio é uma neurotoxina, pode causar sintomas como confusão cerebral, fadiga e a perda de memória, que são precisamente os sintomas da candidíase. Veja outros sintomas AQUI!

Além disso, o mercúrio demonstrou enfraquecer o sistema imunológico. Isso permite que a população de Cândida cresça sem nada para impedi-la e o território fica livre para uma infestação.

Não há um nível seguro de mercúrio permitido para o seu sistema, por isso, a melhor coisa que você pode fazer é evitar. Se você utiliza amálgama dentário, procure por um dentista especializado em técnicas de remoção de mercúrio. Pense na sua saúde.

6 Exposição química

mulher tomando banho

O cloro é um composto comum no seu abastecimento de água. Os produtos químicos que são adicionados à sua água potável, como cloro e fluoreto, podem matar as bactérias benéficas no seu intestino.

Isso enfraquece seu sistema imunológico e tem o potencial de permitir que um pequeno número de células de Cândida tome conta e prolifere em seu intestino.

O cloro, em particular, pode ser encontrado em praticamente todos os lugares! Seja na sua água, na piscina, na sauna, etc. A maioria das cidades adiciona cloro à água potável, isso significa que você está bebendo cloro todos os dias, tomando banho com cloro, lavando suas roupas com cloro, etc.

O cloro é um desinfetante poderoso e assegura que o abastecimento de água permaneça livre de agentes patogênicos. Em contrapartida, podem interferir na saúde da sua flora intestinal e enfraquecer seu sistema imunológico.

Por sorte, existem maneiras de reduzir sua exposição ao cloro, como adicionar alguns filtros em sua casa e substituir alguns produtos de lavanderia por opções mais naturais.

Existem outros produtos químicos que podem enfraquecer o sistema imunológico também. É o caso de pessoas que trabalham como cabeleireiros, pintores, em tinturarias ou em ambientes industriais. Eles estão expostos a uma carga tóxica muito maior do as outras pessoas e isso pode trazer consequências no futuro para a saúde.

7 Diabetes

aparelho de diabete

Pacientes com diabetes estão mais propensos a ter infecções por fungos! Isso porque os diabéticos têm altos níveis de açúcar no sangue que servem de alimento para as células de Cândida.

Isso ocorre devido a uma falta de produção de insulina no corpo ou porque o corpo não está reagindo à insulina como deveria e já sabemos que a insulina é responsável por processar o açúcar. Se o açúcar não for sintetizado corretamente, as taxas de açúcar no sangue sobem muito e podem levar a uma série de problemas.

Além disso, sabe-se que o diabetes causa um enfraquecimento do sistema imunológico. De acordo com um estudo britânico publicado em 2011, isso ocorre porque os altos níveis de glicose cegam os receptores em seu sistema imunológico que identificam agentes patogênicos.

Isso permite que as células de Cândida se multipliquem e se transformem em sua forma patogênica fúngica.

E então? Já sabe o que pode ter gerado sua candidíase? Suspeita que esteja com a doença? Confira nosso plano de tratamento completo no e-book Operação Candidíase e reúna todas suas defesas para lutar contra esse inimigo!

Leave a Reply

Your email address will not be published.