Qual é o melhor probiótico para curar a candidíase

Como vimos nos artigos anteriores, os probióticos são extremamente importantes para curar a candidíase de uma vez por todas e talvez seja a parte mais importante do seu plano de tratamento da Cândida.

Um bom probiótico, combinado com a dieta correta e com alguns antifúngicos naturais, pode diminuir a velocidade e reverter o crescimento excessivo de Cândida e acabar com seu sofrimento!

Por que o probiótico ajuda a curar candidíase?

Os probióticos ajudam a lutar contra a Cândida de maneiras diferentes. Primeiro eles restauram seu sistema intestinal até ficar equilibrado, substituindo as boas bactérias que foram perdidas quando o crescimento excessivo de Cândida começou.

Segundo, os probióticos realmente mantêm sua Cândida sob controle, inibindo seu crescimento. Pesquisas apontam que isso acontece por causas das substâncias antifúngicas como o ácido lático que são segregadas pelas bactérias. Além disso, o ácido lático e acético liberado pelas bactérias ajudam a manter a acidez do seu estômago.

Se você está seguindo meu programa de tratamento da candidíase e chegou ao ponto de adicionar alguns probióticos à dieta, saiba que você tem três opções. Você pode tomar alguns suplementos probióticos, ingerir muitos alimentos probióticos ou fazer um pouco de cada.

A terceira opção, combinando alimentos probióticos e suplementos, geralmente traz mais resultados. Os alimentos probióticos e fermentados contêm muitas bactérias benéficas, mas a suplementação pode ajudar a aumentar o número de cepas e CFUs que você está consumindo. Por isso, considere essa opção para garantir a cura da candidíase.

Como escolher um probiótico?

Existem milhares de probióticos comerciais diferentes no mercado com composição e ingredientes variados. Então, como você escolhe entre eles? Aqui estão algumas coisas que você de considerar na hora de escolher seu probiótico:

1- Quantidade de bactérias por cápsula

Você pode comprar probióticos de 250 milhões a 100 bilhões ou mais unidades de formação de colônias (UFC) por cápsula. Como regra geral, quanto mais bactérias, melhor. No entanto, se você está apenas começando seu tratamento, então talvez seja aconselhável começar com uma quantidade menor.

Depois que seu corpo se adaptar e você estiver mais confortável com o consumo dos probióticos, você pode aumentar a dosagem gradativamente.

2- Quantidade de cepas diferentes de bactérias

Existem probióticos que contêm uma única tensão e outros que contêm 15 estirpes diferentes ou mais de bactérias. Muitos profissionais de saúde acreditam que mais tensões darão ao seu sistema imunológico uma melhor chance de conter o crescimento excessivo de Cândida, mas só você pode encontrar o que melhor funciona para você.

Se o probiótico tiver algumas das cepas mais potentes (incluindo L. acidophilus ou B. bifidum), e pelo menos 5 cepas individuais no total, isso deve bastar.

3- Tipos de cepas de bactérias

É aqui que você vê uma grande variedade de probióticos existentes disponíveis. Os produtos probióticos tendem a conter um grande número de bactérias amigáveis que podem chegar a bilhões numa única dose e conter várias cepas diferentes. Aqui estão algumas das que você deve procurar:

O Lactobacillus acidophilus é a tensão mais popular de probiótico. Tudo indica que esse probiótico melhora seu sistema imunológico e pode ajudar a diminuir a duração de um crescimento excessivo de Cândida. Tomar probióticos de forma contínua irá reduzir a chance de crescimento de Cândida no seu intestino.

Bifidobacteria bifidum é outra cepa bem conhecida que você verá frequentemente na lista de probióticos. Pode ajudar a melhorar a digestão, fortalecer seu sistema imunológico e auxiliar na síntese de vitaminas B.

Perceba que as bactérias do ácido láctico acima geralmente não estão nos probióticos baseados em solo. Um probiótico baseado em solo como Prescript-Assist contém 29 cepas diferentes originadas do solo. Nenhuma dessas bactérias são encontradas em uma formulação regular de ácido láctico.

4 – Outros ingredientes

Alguns probióticos contêm “prebióticos”, alimentos não digeríveis que alimentam os probióticos. A inulina é um exemplo. Nem todos os probióticos os contêm e, na maior parte do tempo, sua dieta alimentar irá fornecer todos os prebióticos que você precisa.

O café de chicória também é uma boa fonte de Inulina, além de estar isento de cafeína, então é uma ótima escolha para incorporar na sua dieta alimentar contra candidíase.

Cápsula ou pó?

Os probióticos podem ser encontrados em cápsulas ou em pó, e as cápsulas geralmente são melhores, pois aumentam as chances de chegar no intestino, sem que seja destruído antes disso no estômago.

O ideal é ingerir seus probióticos com comida durante a refeição ou um pouco antes de se alimentar. Ingerir os alimentos junto dos probióticos reduz a acidez no estômago, o que permite que mais bactérias probióticas passem pelo seu intestino ileso.

Escolher um bom probiótico nem sempre é fácil. No nosso programa de tratamento Operação Candidíase você encontra um guia detalhado para encontrar o melhor probiótico para o seu tratamento da Cândida. Confira!

Leave a Reply

Your email address will not be published.