boca feminina

A candidíase oral, mais conhecida como “sapinho”, se desenvolve principalmente na língua, boca ou garganta. Esta doença é mais comum nos bebês, principalmente durante os seus primeiros meses de vida.

Isso acontece porque as crianças tem mais costume de colocar dedos ou objetos sujos à região da boca. Por isso que a mãe deve estar sempre atenta a isso quando a criança estiver brincando no chão. É importante também lavar as mãos do bebê ou criança com frequência para evitar contaminação e infecção por esse fungo.

Agora, no caso da candidíase oral em adultos, alguns sintomas podem ser mais sérios dependendo da gravidade da infecção. A causa para o desenvolvimento da infecção fúngica é o sistema imunológico debilitado.

Outro fator que pode levar a candidíase oral é a presença da candidíase intestinal ou a candidíase sistêmica.

Na candidíase sistêmica o fungo é espalhado pelo corpo através da corrente sanguínea e pode infeccionar outras regiões do corpo. Toda a candidíase começa nos intestinos, mas se for sistêmica o caso pode ser  ainda mais grave.

O problema principal dessa doença acontece quando os sintomas são tratados de forma isolada ao invés de tratar o Complexo da Cândida e com isso a doença não tem fim, podendo levar a candidíase recorrente. Por isso que, deve-se chegar a raiz do problema para um tratamento adequado e definitivo.

Principais sintomas da candidíase oral

Os sintomas da candidíase oral em adultos podem variar, mas o mais comum e visível, são as placas esbranquiçadas na boca, na língua, nas partes internas das bochechas e no céu da boca.

Caso a candidíase esteja localizada na garganta ou esôfago, a pessoa pode sentir dificuldade ou desconforto ao engolir bebidas e alimentos.

A candidíase na garganta costuma ser confundida com uma inflamação na garganta, pois os sintomas são semelhantes. E isso pode levar ao tratamento inadequado.

Outros sintomas relacionados à candidíase de boca e garganta é a expulsão de um líquido de coloração branca semelhante ao catarro e erupções nos lábios.

A candidíase oral deve servir de alerta. É menos comum de acontecer do que a candidíase vaginal ou peniana, mas é mais grave pois afeta bastante o sistema imunológico.

Ao descobrir que está com candidíase oral é essencial descobrir a causa para poder trabalhar em mudanças de hábitos para evitar que aconteça novamente. Geralmente as causas mais comuns de candidíase são uma alimentação inadequada e uso de medicamentos em excesso. No meu livro Operação Candidíase você encontra isso em maiores detalhes.

Leave a Reply

Your email address will not be published.